10/05/2013

Dia do Automóvel – Homenagem da LM

No dia 13 de maio, comemoramos o dia do automóvel. A data foi criada em 1934 pelo então Presidente Getúlio Vargas. Para homenagear essa tão querida data, nós da LM resolvemos trazer você de carona e relembrar alguns dos carros mais importantes que já passaram pelas ruas brasileiras. Vamos a eles!

Começamos com o Gurgel BR-800, um compacto nacional. Criação de João Amaro Gurgel, um legítimo brasileiro, que confiou no potencial nacional ao idealizar o primeiro carro inteiramente criado no Brasil, em uma época de economia instável.

Foi com o Gurgel, durante o Governo Sarney, que foi inaugurada a era do “carro popular” (antes do Uno Mille), depois aumentado aos carros de mil cilindradas.

Outro carro de destaque no setor automotivo nacional foi o bom e velho Fusca. Considerado um ícone da história mundial do automóvel, no Brasil não foi diferente. Tanto que ele possui um dia próprio, 20 de Janeiro, quando é comemorado o Dia Nacional do Fusca.

Fabricado no Brasil a partir de 1959 e com o nome original de Volkswagen Sedan, o Fusca logo se tornou o modelo de automóvel mais popular do Brasil, combinando baixo custo de compra e manutenção. Melhor, impossível!

Nessa lista não pode falta o Chevrolet Chevette, grande sucesso do mercado brasileiro e o primeiro compacto mundial da GM. Fabricado no Brasil a partir de 1973, década em que o setor automobilístico nacional passava por um momento delicado, a GM resolveu lançar um novo modelo de carro no país, três meses antes de apresenta-lo na Europa. Fato raro até os dias de hoje.

O Chevette trazia o que a GM tinha de mais moderno em design automobilístico e mostrava sua ambição no setor. O Chevettão não era só mais um carrinho! 😉

Como fazer uma lista com os carros mais marcantes do mercado brasileiro e não falar do saudoso Fiat 147, que chegou ao Brasil em 1976 com a inauguração da primeira fábrica da Fiat? O modelo se baseou no 127 europeu, um dos carros mais vendidos do velho continente em 1975.

Com o slogan “enfim, um carrão pequeno”, o Fiat 147 trazia como principais características a sua economia de combustível e estabilidade, além da mecânica mais moderna que os VW refrigerados. O Fiat 147 ainda teve versões pick-up que era capaz de transportar 650 litros em sua caçamba.

Por último, dentre nossas escolhas de carros mais importantes da história brasileira, temos a famosa Brasília, que mesmo não sendo sempre amarela, ficou no coração de todos os brasileiros.

Começando em 1973, a VW Brasília chegou para suprir uma necessidade da marca alemã, que precisava de um carro compacto, mas que, ao contrário do Fusca, tivesse um bom espaço interno. Com isso, surgiu a Brasília, que apesar de medir um pouco menos que o Fusca, possuía melhores soluções técnicas e dirigibilidade superior, além de maior espaço interno, o que era um desejo da VW.

A Brasília teve seu fim no ano de 1982 após mais de um milhão de unidades produzidas e deixou saudades.

Com isso chegamos ao fim da postagem especial sobre o Dia do Automóvel, tão marcante na vida da gente. Gostaram dos modelos escolhidos? Quais vocês acrescentariam? Fiquem à vontade para comentar! 😉

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Seja o primeiro a comentar!