11/01/2017

Entenda como funciona a cobrança do IPVA

Todo começo de ano os motoristas brasileiros precisam se planejar para pagar o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), um imposto cobrado aos proprietários de quaisquer tipos de veículos automotores. Porém, nem todas as pessoas são obrigadas a pagar o IPVA, o governo libera do pagamento: veículos de entidades filantrópicas, devidamente registrados; veículos de aluguel (táxis de profissionais autônomos), reboques e similares; veículos adaptados a portadores de deficiência física; veículos oficiais (federais, estaduais e municipais) e veículos com mais de 15 anos de fabricação.

Para pagar o IPVA o proprietário do veículo deve obter a guia de pagamento (GRD) através do site do banco responsável pela cobrança, ou se dirigir à agência bancária e retirar um boleto com o número do seu Renavam. Uma vez com o boleto em mãos, o pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária. Este boleto reúne outros impostos como o DPVAT e o DAD para facilitar o controle feito pelo governo e diminuir a burocracia para o proprietário do veículo. O pagamento pode ser feito à vista, no qual o proprietário do veículo ganha desconto sobre o valor, ou parcelado em três vezes fixas e sucessivas, que variam de acordo com o calendário criado pela Secretaria da Fazenda do seu estado a partir da numeração da placa do seu veículo.

Tanto o site da Secretaria de Estado quanto o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) disponibilizam todas as informações sobre o imposto, entre as indicações disponíveis estão: como funcionará o pagamento com desconto e a prazo, o cálculo base do valor que o proprietário deverá desembolsar, além da data de vencimento referente a cada final de placa. Consulte o órgão do seu estado e se planeje para pagar o imposto à vista e ganhar descontos.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Seja o primeiro a comentar!