08/03/2017

10 dicas para o trabalhar em equipe

Uma equipe unida e em sintonia com o trabalho é o sonho de qualquer organização. Contudo, formar esta equipe não é uma tarefa fácil e exige um exercício diário de relacionamento e compreensão. Pensando nisso, o #BlogLM preparou uma lista com 10 dicas essenciais para tornar o ambiente de trabalho um lugar mais prazeroso e melhorar o desempenho do trabalho coletivo.

Saiba ouvir – respeite as opiniões dos seus colegas de trabalho e procure compreendê-los antes de julgá-los. Ao se permitir ouvir, é possível que novas ideias venham à tona no ambiente de trabalho.

Compartilhe as dificuldades – ninguém é o detentor do conhecimento absoluto. Sempre que sentir dificuldades, compartilhe com seus colegas, peça opinião, sugestões e crie um ambiente de construção coletiva de conhecimento.

Evite críticas vazias – evite realizar críticas vazias ou sem fundamentos. Ao identificar alguma falha, problema ou fator negativo no trabalho do seu colega, converse e busque entender melhor qual foi o motivo.

Contribua positivamente – apontar os problemas é muito fácil, o difícil é buscar as soluções. Logo, procure contribuir positivamente em suas intervenções. Se um colega pede um conselho, busque sempre contribuir com novas ideias, soluções e possibilidades.

Planeje seu dia – um ambiente formado com muitas pessoas tem uma tendência natural à dispersão. Para evitar isso, é preciso estabelecer objetivos e metas a serem alcançadas pelo grupo e, sempre que possível, realizar balanços para verificar se foram atingidas ao longo do tempo previsto.

Mantenha o diálogo – networking é um ponto-chave na cultura organizacional. Sempre mantenha o diálogo e uma postura ética e transparente com seus colegas de trabalho.

Tenha paciência – em diversos momentos será necessário conciliar opiniões diversas no ambiente de trabalho. Para evitar desgastes e crises, busque compreender melhor as situações, mesmo que você não esteja de acordo com as opiniões em jogo.

Saiba dividir – uma organização não é composta apenas por um indivíduo. Logo, ao finalizar sua pauta, não dê o trabalho como terminado. Procure observar mais o ambiente de trabalho e, na medida do possível, delegue, compartilhe responsabilidades e busque dividir esforços em prol do grupo.

Cuidado com o pensamento coletivo – o grupo deve estar aberto a receber opiniões externas e contrárias a práticas já consolidadas. É importante compreender que nem sempre o que todo mundo faz é o melhor para a organização ou mesmo para o próprio grupo.

Crie momentos de diversão – após o corre-corre diário, crie momentos de alegria, happy hours, comemorações etc. Esses momentos são importantes para fortalecer os laços dentro de uma organização e humanizar as relações de trabalho.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Seja o primeiro a comentar!